22.1.14

FITA - Festival Internacional de Teatro do Alentejo



Em primeira mão o cartaz de divulgação do FITA - Festival Internacional de Teatro do Alentejo. Vai acontecer em Beja entre os dias 19 e 29 de Março. Terá programação teatral para o público em geral, teatro para a infância e uma programação paralela... Durante duas semanas o teatro vai invadir a cidade!

Mais informações brevemente.

15.5.13

18 Maio 2013


Os Infantes recebem esta sexta feira o 1º espectáculo de stand-up comedy da sua história (que se saiba).
Posto isto, segue a apresentação dos Comédia a2, tal como eles a escreveram que nós não quisemos assumir a responsabilidade....

Equipa de comediantes formada por Miguel Branco e Hélio Branco. Os Comédia a2 são um grupo de comédia (que incide, sobretudo, na stand up comedy e no improviso) que é constituido por dois comediantes, como o próprio nome do grupo indica.
Em comum, estes dois comediantes, têm uma série de participações em espectáculos diversos de comédia e, por muito que se queira fugir a isso, são, evidentemente, irmãos.

Bilhete: 3€ (desconto p/sócios)
Informações e Reservas de Mesa: 96 6651380

7.5.13

Inscrições Abertas


Aulas de italiano para Principiantes!
A Sulcena Associação e a LdE juntam-se nesta iniciativa a ter lugar n'os Infantes.
Os sócios da LdE e da Sulcena têm desconto.
As inscrições devem fazer-se pelo telm. 964800172

29.3.13

É para dançar

... em modo non-stop.
2€ por pessoa com direito a música e a espaço pessoal suficiente para dançar como se não houvesse amanhã. 

21.3.13

A estreia do Capuchinho

Correu dentro da nossa sala preta cheia de miúdos e graúdos!

Agora é altura de tratar de colocar o espectáculo na estrada!

Até lá, continuamos com a programação do espaço Os Infantes.


13.3.13

CAPUCHINHO VERMELHO NA FLORESTA DAS MARAVILHAS

A história começa com o Capuchinho outrora Vermelho, agora Cinzento (inspirada no conto de Matilde Rosa Araújo) e um Lobo Mau longe dos seus dias de glória, em que aterrorizava os habitantes da Floresta das Maravilhas. Velho e vegetariano, o Lobo vai contar ao público como, porquê e por causa de quem se deu a mudança radical de vida.

O Capuchinho Vermelho enquanto chega e não chega a casa da avó, encontra as personagens famosas das histórias e dispõe-se a ajudá-las. A Tartaruga mais lenta de toda a história das tartarugas, a Lebre mais veloz de todos os tempos, o Gepetto pai dedicado, um porco preguiçoso e simpático, um João Ratão esfomeado e poeta, uma muito embirrante Bela Adormecida e naturalmente um lobo feroz e desumano prestes a domesticar-se.

A LdE quer ir ao encontro dos objectivos e expectativas das escolas e do próprio Ministério da Educação. Baseados no Plano Nacional de Leitura, cosemos algumas histórias, na sua maioria bastante conhecidas, para que a interacção com o público seja mais directa e este mais facilmente se sinta envolvido na acção. Continuamos a trabalhar no sentido de criar espectáculos pedagógicos onde se alie o entretenimento ao lado mais didáctico do teatro. Pensamos ser essa forma de cultivar o gosto pelo teatro nos mais novos, contribuindo para a formação de um público assíduo e exigente.

M/4

40 min
Texto construído a partir de contos tradicionais
Texto e Banda Sonora: Ana Lúcia Magalhães, Carla Castanheira e Mário Abel
Encenação: António Revez
Adereços, Figurinos e Grafismo: Ana Rodrigues
Cenografia, Desenho e Operação de Luz e Som: Ivan Castro
Interpretação: Ana Lúcia Magalhães, Carla Castanheira e Mário Abel
Produção: Ana Ademar /António Revez

3€ p/pessoa
Reservas: 966651380

12.3.13

Desde dia 9 de Março

Está patente no r/ch d'Infantes a exposição da Ficalhoartes.


A exposição estará patente até 6 de Abril de quarta a sábado a partir das 17h.

Poderão ser vistas obras de quatro artistas plásticos: António Réu (pintor Naif), Bento Sargento (pintor Naif), António Acabado (escultura em madeira – Abstracto) e Leandro Sidoncha (escultura em pedra – Abstracto).


Eventos, Concertos, Espectáculos....

Dia 1 Dezembro

  • Pardal Para os Amigos
Concerto de Fernando Pardal acompanhado por alguns amigos no palco e por muitos na plateia.

Dia 8 de Dezembro
  • Andreia Egas diz B.B. Pásion

Dia 14 de Dezembro
  • Inauguração do Espaço de Exposições no r/ch com os trabalhos e parte da colecção pessoal de António Inverno.

Dia 15 de Dezembro 
  • A Festa - Com os Dj's Luís Correia, Rui Eugénio, Pedro Frazão e Tó Ramela. Cartaz e fotos aqui

Dia 21 de Dezembro 
  • Apresentação final da Oficina de Cante Alentejano ministrada por Paulo Ribeiro

Dia 22 de Dezembro
  • Concerto Terraza - A banda nascida em Beja por força das circunstâncias. Cartaz e fotos Aqui

Dia 25 de Janeiro 
  • Kalú - Concerto do baterista dos Xutos & Pontapés no seu novo projecto a solo. Cartaz e fotos Aqui

Dias 31 de Janeiro e 1 de Fevereiro
  • Vou ou Não Vou Esta Noite ao Teatro? - Espectáculo de teatro com textos de Karl Valentim apresentado pelo Cendrev, ao abrigo do contrato de permuta assumido entre esta estrutura e a LdE. Cartaz e Fotos Aqui 
Dia 2 de Fevereiro


Dia 6 de Fevereiro

Dia 9 de Fevereiro 
  • Inauguração da Exposição Papéis Pintados de Miguel Pires (patente até 2 de Março);
  • Balho de Carnaval com os Dj's Cocas e Tó Ramela Fotos Aqui;

Dia 14 de Fevereiro
  • 20 e Tal Poemas de Amor e uma Companhia de Teatro Desesperada Fotos Aqui

Dia 23 de Fevereiro

Dia 8 de Março 
Dia 9 de Março
  • Concerto A Moda Mãe

19.2.13

Dia 14 Fevereiro houve:

20 E TAL POEMAS DE AMOR E UMA COMPANHIA DE TEATRO DESESPERADA


 A propósito do São Valentim, a Lendias d'Encantar organizou um pequeno espectáculo de poesia. 
Com a participação dos actores da companhia: Ana Lúcia Magalhães, Carla Castanheira, Mário Abel Costa, Ana Ademar e António Revez.

7.2.13

Sexta, 8 Fevereiro às 22h


Não há grande explicação a dar. 
Nunca tivemos stand up n’Os Infantes e agora vamos ter Sitdown Comedy by Dr. Z. 
Nunca vimos o Z num palco. Mas vamos ver agora. 
Sexta feira, às 22h. Aceitam-se reservas de mesa!

2€ p/pessoa
96 6651380

28.1.13

Esta Semana, há teatro!


O primeiro espectáculo de teatro do ano n' Os Infantes é apresentado pelo Centro Dramático de Évora - Cendrev, uma das primeiras companhias de descentralização teatral do país.
Os textos que trazem são de Karl Valentim, provavelmente um dos dramaturgos mais trabalhados. Um espectáculo para rir. Porque faz falta. Cada vez mais.

M/12
3€ p/pessoa
Reservas pelo 96 6651380

Karl Valentin na Wikipédia
Cendrev

Sinopse
A dramaturgia de Karl Valentin integrou um movimento anti-racional claramente contra a guerra e os padrões estabelecidos para a sua época. 
Um teatro que opõe a qualquer tipo de equilíbrio que combina o pessimismo irónico e a ingenuidade radical. 
Um teatro que enfatiza o ilógico e o absurdo e que apesar da sua aparente falta de sentido tem como estratégia principal denunciar e escandalizar.
Uma aposta numa dramaturgia que continua a fazer todo o sentido nesta Europa, também hoje caótica, em que a insistência na falta de lógica e na gratuitidade dos acontecimentos deixa de ser um absurdo e passa a funcionar como um espelho crítico de uma realidade incómoda. 
Um jogo em redor das palavras com um humor verdadeiramente desconcertante. 

Ficha Técnica e Artística
Autor: Karl Valentin
Encenação: José Russo
Cenografia e Figurinos: Inês de Carvalho assistida por Helena Calvet
Interpretação: José Russo, Maria Marrafa e Rui Nuno
Música: André Penas
Desenho de Luz e Direcção Técnica: António Rebocho
Construção e Montagem de Cenário: Tomé Baixinho, Tomé Antas e Paulo Carocho
Confecção de Guarda-Roupa: Vicência Moreira
Produção: Miguel Cintra
Secretariado: Ana Dominguinhos
Fotografia: Paulo Nuno Silva
Design Gráfico: Milideias Comunicação Visual Ldª

24.1.13

26 Janeiro




Uma festa por mês foi a conta que nos satisfez. 
Vai daí, ao último sábado de cada mês, há festa n'Os Infantes.
A primeira grande festa de 2013 conta com aquele que seria um dos nossos dj's residentes, se os tivessemos: Rui Eugénio.
A hora de início é por volta das 23h e a de fecho aí por volta das 4 (já se sabe!) 
A entrada é de 4€ com direito a duas bebidas de cápsula ou uma bebida branca.
Tudo como de costume para não causar estranheza. 

22.1.13

Dia 25 de Janeiro


Kalú, baterista dos Xutos & Pontapés regressa aos Infantes 30 depois.

Há trinta anos, Os Infantes faziam a dinâmica cultural da cidade de Beja. Trinta anos mais tarde, Os Infantes voltam a ser um pólo cultural da cidade, agora com gerência e direcção da companhia de teatro Lendias d’Encantar, que em 2013 celebra 15 anos de actividade.
Em 1983 estiveram os Xutos & Pontapés, em 2013 temos Kalú e o seu novo projecto a solo.

Sexta feira, dia 25 de Janeiro às 22h30 n’Os Infantes.
Bilhete: 3€, os sócios têm desconto. 

14.12.12

Estão abertas as inscrições para os Ateliers de Teatro

Estão abertas as inscrições para os ateliers de teatro nos dias 18 e 19 de Dezembro. Uma turma entre os 6 e os 10 anos, outras para os moços mais crescidos entre os 11 e os 15. Informações e Inscrições: 96 6651380 ou lendiasdencantar@gmail.com.

Os ateliers têm lugar no espaço Os Infantes: os mais novos das 10h às 12h e os mais velhos das 14h às 16h.



5€ ou 2,5€ (sócios)


15 Dezembro




Depois dos pedidos chorosos de muitas famílias, a gerência finalmente concordou e vamos abrir a pista! O Natal está já aí, parece que o fim do mundo também e o melhor que a gent faz é dançar. Luis Correia, Rui Eugénio, Pedro Frazão e Tó Ramela preparam uma selecção musical com o melhor Rock desde os anos 80 até hoje.

dia 14 de Dezembro



Inauguramos no espaço Os Infantes, já esta sexta-feira, dia 14, a exposição de António Inverno, onde para além das suas obras e serigrafias (para venda ao público) estará patente parte da sua colecção pessoal. Esta é mais uma iniciativa de dinamização cultural do espaço da LdE, que estará disponível ao público até 30 de Dezembro. 

25.11.12

Estreia Quinta Feira, dia 29 de Novembro


Em cena nos dias 29 e 30 de Novembro, quinta e sexta, a terceira e última performance da 3ª Edição do Ciclo 1 Actor- 1 Músico.

SINOPSE


Quero-te no espaço mínimo de dois corpos”, um amor urgente, desesperado, um desejo de sexo, uma sede de prazer ao corpo do outro. Uma libertina sem pudor que deambula de corpo em corpo.
Nesta terceira performance do Ciclo 1 Actor – 1 Músico entramos no universo do amor carnal, do sexo pelo sexo, sem paixões. Uma mulher que vive na margem da paixão, que se alimenta do prazer puro, sem ameias, sem laços, sem…
Hoje vivemos um tempo de compromissos, onde o amor é discutido e usufruído nas repartições de finanças, nos cartórios das conveniências. A mulher que apresentamos é um animal sedento de carne, um corpo em busca do prazer imediato, como o desejo.   

FICHA ARTÍSTICA/TÉCNICA

A partir de poemas de António Santos Pina
Encenação e Colagem de Textos: António Revez
Performer: Ana Lúcia Magalhães
Músico: Manuel Nobre
Cenografia e Grafismo: Ana Rodrigues
Desenho e Operação de Luz e Som: Ivan Castro
Produção Lendias d’Encantar

Tal como sucedeu nas anteriores performances, também nesta teremos todo o espaço ocupado por artistas da cidade.
A todos foi entregue um mesmo poema e foi-lhes pedido que participassem fazendo uma leitura artística do mesmo, em áreas artísticas diversas.


Quero-te no espaço mínimo de dois corpos
Para que no segundo seguinte ao meu olhar
O meu corpo encontre o teu
Quero amar-te sem hora marcada,
Sem pré anuncio de desejo
Quero amar-te logo que os meus olhos encontrem os teus
Quero amarrotar-te na cama por entre os abraços apertados do amor
Quero rasgar-te a roupa
O meu corpo precisa do teu sem ameias
Quero ser a águia que voa ao encontro da presa
Quero ser o animal carnívoro que se sacia com o corpo do outro
O teu corpo…
Quero ofender as tuas hesitações, com o desespero de uma erecção
Entrar em ti contrariando as tuas decisões
Quero amar sem a prevenção da ausência
Quero amar-te mesmo que seja só isso.


  • Performances: Carla Castanheira, Mariana Soares e Paulo Ramalho
  • Músicos: Alexandre Catarino e João Rosa
  • Artistas Plásticos: Miguel Pires, Paulo Monteiro e Susa Monteiro
  • Leituras: Ana Albuquerque, Mário Abel e Vera Correia

23.11.12

Anne Frank, 1 Diário às 22h

A Lendias d'Encantar vai receber o Animateatro com o espectáculo Anne Frank 1 Diário.



SINOPSE
Annelisse Maria Frank, mais conhecida como Anne Frank foi uma adolescente alemã de origem judaica, que foi morta aos 15 anos num campo de concentração durante a segunda guerra mundial. Em Maio de 1940, a Alemanha nazi invadiu e ocupou a Holanda. Os judeus que viviam na Holanda passaram a ser alvo de leis segregacionistas.
No dia 12 de Junho de 1942, quando completou 13 anos, Anne Frank recebeu do seu pai um livro. Anne começou a usá-lo como diário. Nele, a jovem começou a registar o seu dia a dia, expondo os desafios da adolescência tal como as dificuldades enfrentadas pelos judeus devido à ocupação.
No mês de Julho de 1942, a família Frank recebeu a notícia de que seria obrigada a mudar-se para um campo de trabalhos forçados. Para fugir desse destino, foram para um esconderijo no prédio onde funcionava o escritório do pai. O esconderijo seria o anexo secreto.

FICHA ARTÍSTICA
TEXTO ORIGINAL Anne Frank
ADAPTAÇÃO TEXTO Ricardo G. Santos/Marta Pessoa
ELENCO Marta Pessoa
DIRECÇÃO Ricardo G. Santos
CENOGRAFIA/ADEREÇOS/FIGURINOS Lina Barros / Marta Pessoa
COMPOSIÇÃO MUSICAL Ricardo G. Santos
IMAGEM César Duarte
FOTOS Vítor Letras
PRODUÇÃO Lina Ramos / Ricardo G. Santos

M/12
Informações ou Reservas pelos tels. 96 6651380 / 284324172
A bilheteira estará aberta a partir das 21h30.
Bilhete 3€/2,5€ (sócios)

9.11.12

Na Curva Onde os Nossos Corpos se Projectam



Sinopse
 “É, só eu sei
Quanto amor eu guardei
Sem saber que era só prá você…
Que eu sempre fui só de você
Você sempre foi só de mim”    
Tom Jobim
Ao arrepio do vento, das tempestades da nossa vida amorosa. Do lado marginal dos amantes. Ainda existem relações que perduram no tempo, relações amorosas que são isso mesmo, verdadeiras histórias de amor, de paixão, de uma tesão que não acaba.
Há relações assim, que duram. Um homem que se isola, que pensa, repensa os seus quarenta anos. Um encontro inesperado com o seu amor da adolescência é o impulso para uma reflexão que necessitava ser feita, que urgia realizar.
A verde paixão de outrora, o desencontro, a mágoa do abandono… tornou este homem feliz, realizado nos braços, na paixão de um amor de todas as estações. Um amor da primavera dos afectos, um amor do inverno molhado da paixão. 
                                               “Porque quem ama tem medo de perder…”
Pedro Abrunhosa

 Ficha Técnica e Artística
Direcção: António Revez
Interpretação: Mário Abel (performer) e Manuel Ferraz (músico – guitarra)
Cenografia e Grafismo: Ana Rodrigues
Desenho e Operação de Luz e Som: Ivan Castro
Produção: Lendias d'Encantar 2012


A Exposição
Parte integrante do Ciclo Um Actor- Um Músico no espaço Os Infantes é o convite a artistas da nossa região para que sejam criadores e participantes activos deste projecto.
Entregámos a nove pessoas um poema e desafiámo-los a fazerem uma leitura pessoal sob a forma que lhes pareça mais adequada: instalação, performance, pintura, escultura, sons, música, etc….
O que podemos ver e ouvir um pouco por todo o espaço nestas duas noites de espectáculo, são interpretações pessoais, distintas e possivelmente contraditórias entre si, de um mesmo texto.



Performances:
Fernando Carvalheiras e Vera Correia
Música
Zedd Galrito
Instalações
Ana Rodrigues, Carlos Cascalheira e Silvestre Raposo
Vozes
Ana Ademar, José Pedro Oliveira e Sílvia Graça

O Ciclo 1 Actor 1 Músico chegou à sua terceira edição.
Naturalmente que entre o primeiro Ciclo (em 2009) e o deste ano houve transformações, mudanças, até mutações - algumas deliberadas, outras por necessidade de adaptação à realidade do trabalho. Este ano, voltamos a baralhar e a dar, introduzimos algumas mudanças que esperamos, melhorem o resultado final, sem que a essência do projecto seja afectada.
Nos três espectáculos que compõem o Ciclo, apresentamos uma visão pessoal, mas multifacetada do amor: o amor platónico, o amor correspondido e o amor carnal.
Uma das mudanças mais profundas deste ciclo em relação aos dos outros anos, é que desta vez não são os actores a construir os textos, mas sim o encenador e com uma ideia prévia do que vai tratar a nova narrativa. Assim teremos uma unidade de escrita, uma linha, um fio condutor ao longo das três performances.
Mantivemos a regra de reunir o actor e o músico apenas para um ensaio no dia do espectáculo: dar-lhes espaço e oxigénio suficiente para uma respiração conjunta, mas evitar que o conforto se instale - manter espaço para o imprevisto da improvisação.

Próxima Performance:
Dias 29 e 30 de Novembro

Reservas pelos tels. 284324172 ou 966651380

O espectáculo começa com a abertura da porta às 21h30.
3€ por pessoas ou 1,5€ para sócios.

24.10.12

3ª Edição do Ciclo um Actor-Um Músico


Há um ano atrás estreávamos Os Infantes como espaço de trabalho, de diversão, de divulgação e dinamização cultural.
 Um ano depois retomamos o formato, mas com uma abordagem diferente.

Se se mantém as performances com música ao vivo escritas a partir da obra de um poeta português contemporâneo, desta vez há uma premissa nos textos: algumas das facetas do amor.

A primeira performance (25 e 26 de Outubro) aborda o amor platónico, a segunda (8 e 9 de Novembro) o amor correspondido e a terceira (29 e 30 de Novembro) o amor carnal.

Mantem-se também a animação pelo espaço todo d’Os Infantes antes do início da performance principal: três pequenas performances, três instalações de artes plásticas, três instalações sonoras e três vozes que declamam o mesmo poema.

O preço do bilhete é de 3€, com desconto para sócios. As reservas podem ser feitas através do tel. 96  3479154. A bilheteira abre nos dias de espectáculo às 21h30, sendo que o espectáculo terá início às 22h.


Sinopse

A primeira performance do Ciclo Um Actor Um Músico”, aborda o universo do amor platónico. Uma mulher alimenta-se do amor idealizado, sofre e consome-se nesse amor. Do romantismo até aos dias de hoje, das cartas que nunca foram entregues, até aos comentários em blogues, posts no facebook ou conversas em chats, o ser humano cultivou e cultiva o amor pelo inatingível, pelo distante. A comodidade da ausência, substitui a adversidade e a conflitualidade da convivência, da partilha.
Paradoxalmente estamos cada vez mais individualistas, mais fechados, temerosos pela entrega ao outro, isto num mundo onde a circulação de pessoas está indubitavelmente mais facilitada, onde os contactos móveis, cibernautas e outros, fazem parte do nosso dia a dia. Porquê? Porque é que o ser humano se refugia ou envereda tão perniciosamente nas relações inatingíveis? Porquê? Respostas? Talvez se encontrem do outro lado do espelho.  


Ficha Técnica

Direcção António Revez
Actriz Ana Ademar
Músico (percussão) Jorge Moniz
Desenho e Operação de Luz Ivan Castro
Cenografia e Grafismo Ana Rodrigues
Produção Lendias d’Encantar

20.10.12

Hoje:


Os Bad Luck & Trouble são um projecto musical de Faro composto por duas guitarras e voz, que procura explorar as sonoridades oriundas dos blues, do swing e também da música mais contemporânea. Criado no início de 2012, este projecto conta já com um currículo de actuações que lhe tem vindo a proporcionar alguma notoriedade na sua cidade natal. Os Bad Luck & Trouble são constituídos por três músicos
: Alexandre Viegas e João Godinho nas guitarras, intercalam deveres entre ritmo e melodia, num repertório voltado para os recantos mais intimistas da música anglo-saxónica; na voz e como se de uma vaga de calor se tratasse que arrebata quem a ouve, Cathy Santos encarna personagens e estilos, de onde se adivinha o emergir de um estilo próprio.

Preço do bilhete 3€ (sócios têm desconto)
Nº telf para reservas de mesa 966.651.380
20 de Outubro (Sábado) pelas 22h30

Logo a seguir vamos ter dancing com o DJ Tó Ramela!

Até mais logo!

9.10.12

Memórias Aprisionadas

Depois do magnífico espectáculo do JP Simões aqui no espaço Infantes (do qual havemos de postar fotos) e antes de darmos início ao Ciclo um Actor-Um Músico (2012) vamos estrear a nova produção "Memórias Aprisionadas" com Francisco Barradinhas no dia 11 de Outubro - Quinta feira, às 22h na Sala Preta.
O preço dos bilhetes é 3€ e os sócios têm desconto.


Aqui fica o cartaz, havemos de voltar com o resto do pormenores...


17.9.12

Reabertura do Espaço Os Infantes

Na próxima sexta feira, dia 21 às 22h, reabrimos as portas d'Os Infantes.

Já temos um telhado novo, as paredes estão quase todas renovadas, as janelas também e nós estamos a pensar mudar de carreira e dedicarmo-nos a tempo inteiro à construção civil.
Até tomarmos a decisão definitiva, vamos apostando na dinamização cultural do espaço e da cidade.

Iniciamos as hostilidades com um duplo concerto no dia 21 às 22h30 com Tim Holehouse e Hell Hound.




Tim Houlehouse (UK)
Folk/Blues

Tim Holehouse começou a sua aventura a solo em 2005 (apesar de ter feito alguns concertos antes, não revelando o seu verdadeiro nome).   Durante 7 anos escreveu músicas apenas para se divertir, canções lentas e sóbrias, e foi daí que mais tarde resultou o seu primeiro álbum, Found Dead On The Shoreline, editado nos EUA e no Reino Unido.  O sucesso do disco rapidamente colocou o músico em destaque e cada vez com mais concertos foi sendo empurrado para uma careira a solo, que não havia planeado.
Desde então nunca mais parou. A sua discografia é extensa, mas a maior paixão do músico é a de tocar ao vivo. Tim Holehouse já percorreu o mundo e está sempre em viagem, motivado pelo prazer de tocar e partilhar a sua música.

“Não faz sentido fazer algo a não ser que se sinta tanta paixão e que estejamos preparados para colocar o coração e a alma em fazê-lo”
                                                                               Tim Holehouse



Hell Hound (Portugal)
Folk/Blues

Hell Hound é o alter-ego do Sonic Reverends, Diogo Augusto. Da Marinha Grande para o Mississippi, com apenas a guitarra acústica, a harmónica e o banjo, Hell Hound move-se entre os blues, o folk e o bluegrass. Lançado o primeiro disco em 2010 pela Experimentáculo Records, "21st Century White Mississippi Blues", Hell Hound prepara-se para lançar o segundo disco.

22.8.12

Anúncio:

A Lendias d'Encantar procura uma actriz e um actor para realização de estágio profissional.
O estágio é remunerado (IEFP) e terá lugar em Beja.
Os interessados devem mandar o C.V. para: lendiasdencantar@gmail.com.
Informações através do mesmo mail.

25.7.12

Em Digressão...

Amanhã vamos estar em Évora na SOIR - Sociedade de Instrução e REcreio Joaquim António de Aguiar com a Grávida Abandonada Procura Namorado.

Ora, a gente precisa de ir de férias e precisa de fazer obras. Por isso o melhor é fecharmos a tabanca. Antes disso, vá de festa que é o que a malta gosta!

Sábado, 28 de Julho a partir das 22h

 VAMOS OBRAR... E JÁ VOLTAMOS!

 A magnífica (esperamos nós) festa de encerramento (temporário) d’Os Infantes é já este sábado!
A LdE vai de férias e depois regressa para obrar no sentido mais literal do termo. Os Infantes precisam de um makeover e de uma lavadela. Quando regressarmos em Setembro teremos uma nova cara e se tudo correr bem um telhado novo também.
Enquanto vamos e não vamos, temos uma noite para dançar, descontrair, beber e não sei se já tinha referido, dançar... Temos 3 Dj’s convidados: Rui Eugénio, Vitor Santana e Luis Correia.
 Boas férias, nós VAMOS OBRAR... E JÁ VOLTAMOS! em Setembro.

10.7.12

13.07.2012 Concerto Balão Dirigível, Paulo Ribeiro e Tuatara

Os Balão Dirigível vão gravar um álbum. 
Este concerto tem o propósito de angariar fundos para a nova gravação de estúdio de Balão Dirigível. O Paulo Ribeiro e Tuatara também tocam. Para os Balão. 

O Maniche também tem uma opinião sobre isto.


Debate Cooperativas para quê?! (Org. Ideias em Comum)_ 23.06.12




Apresentação do livro Nova Antologia de Poetas Alentejanos (direcção de Eduardo Raposo)

O pintor Manuel Casa Branca autor da capa e das diversas ilustrações do livro, o professor José Orta a quem coube a apresentação da obra e o Dr. Eduardo Raposo director e coordenador do livro








4.7.12

Sexta feira - 6 de Julho às 22h30

BACOUSTIC N'OS INFANTES

Apresentação do álbum de estreia "Palavras" que conta com a participação especial de Sebastião Antunes (Quadrilha).

Bruno Batista - Voz e guitarra
Gonçalo Veríssimo - Flauta e segundas vozes
João Garcia - Acordeão
Rúben Felicidade - Percussões

3€ p/pessoa
Desconto para Sócios da LdE

Mais informações ou reservas pelos tels. 96 6651380 ou 284324172 ou através do mail lendiasdencantar@gmail.com



29.6.12

30 Junho 2012




 É um projecto que surgiu em Beja em 2004 como resultado da cumplicidade artística entre o músico Paulo Ribeiro (ex - Anonimato) e o actor/performer António Revez, aos quais se juntaram posteriormente Marco Cesário (Zedisaniolight), Nuno Figueiredo (Virgem Suta), César Silveira e Manuel Nobre (ex - Anonimato). Com música de Paulo Ribeiro e arranjos de todos os elementos da formação, este projecto alimenta-se essencialmente das palavras de diversos poetas contemporâneos portugueses, interpretadas por António Revez.
Jorge de Sena, Natália Correia, Al Berto, Nuno Júdice, José Luís Peixoto e Manuel Alegre, entre muitos outros, fazem parte do roteiro arty do Eroscópio, onde o amor e o erotismo convergem para a elaboração de um universo poético de alma portuguesa.
Refira-se ainda que os Eroscópio gravaram dois temas para a compilação Phono 05, editada pela Fonoteca Municipal de Lisboa: “Casamento de Conveniência” e “Figura Velada na Cave”, poemas de Rui Knopli e Nuno Júdice, respectivamente.
Para este reencontro, o Eroscópio conta com a participação de alguns convidados:  na guitarra eléctrica João Vitorino e João Rosa (HO-CHI-MINH).
Ficha Artística



Concepção António Revez / Paulo Ribeiro
Poemas de Eugénio de Andrade, Al Berto, Natália Correia, Manuel Alegre, José Luís Peixoto, Fernando Pinto do Amaral, António Gancho, João Rui de Sousa, José Manuel Carreira Marques, Nuno Júdice, Jorge de Sena, Rui Knopli

Interpretação/Voz António Revez
Guitarra Acústica Paulo Ribeiro

Baixo Manuel Nobre
Piano / Teclados César Silveira

Bateria Marco Cesário
Desenho de Luz Ivan Castro

 Convidados
Guitarra Eléctrica João Vitorino

Guitarra Eléctrica João Rosa (HO-CHI-MINH)


3€ /pessoa

Desconto para sócios

Reservas pelo telf. 96 6651380 ou pelo mail lendiasdencantar@gmail.com