24.1.08

EROSCÓPIO em Beja

14 de Fevereiro às 21.30 horas
Auditório do Pax Julia Teatro Municipal
Entrada: 3 euros
Convidados Especiais:
Amélia Muge e Manuel Rocha (Brigada Victor Jara)
Eroscópio é um projecto que surgiu em Beja em 2004 como resultado de uma cumplicidade artística entre o músico Paulo Ribeiro (ex. Anonimato) e o actor/performance António Revez, aos quais se juntaram posteriormente Marco Cesário (Zedisaniolight), Nuno Figueiredo (Virgem Suta), César Silveira (Virgem Suta) e Manuel Nobre (ex. Anonimato). Com música de Paulo Ribeiro e arranjos de todos os elementos da formação, este projecto alimenta-se essencialmente das palavras de diversos autores, interpretadas por António Revez. Jorge de Sena, Natália Correia, Al Berto, Nuno Júdice, José Luís Peixoto e Manuel Alegre, entre muitos outros, fazem parte do roteiro arty do Eroscópio, onde o amor e o erotismo convergem para a elaboração de um universo poético de alma portuguesa. Refira-se ainda que os Eroscópio gravaram dois temas para a compilação Phono 05, editada pela Fonoteca Municipal de Lisboa: “Casamento de Conveniência” e “Figura velada na cave”, poemas de Rui Knopli e Nuno Júdice, respectivamente.
Concepção António Revez / Paulo Ribeiro Poemas de Eugénio de Andrade, Al Berto, Natália Correia, Manuel Alegre, José Luís Peixoto, Fernando Pinto do Amaral, António Gancho, João Rui de Sousa, José Manuel Carreira Marques, Nuno Júdice, Jorge de Sena, Rui Knopli Música Paulo Ribeiro Interpretação/Voz António Revez Guitarra Acústica Paulo Ribeiro Baixo Manuel Nobre Guitarra Eléctrica / Metalofone Nuno Figueiredo Piano / Teclados César Silveira Bateria Marco Cesário Desenho de Luz António Revez e Ivan Castro Co-produção Lendias d’Encantar e Câmara Municipal de Beja