6.11.08

AS CRIADAS de Jean Genet

DE 12 A 14 DE NOVEMBRO
PAX JÚLIA TEATRO MUNICIPAL
Depois da entusiástica estreia da sua última produção, “Nunca Estive em Bagdad” de Abel Neves, a Companhia de Teatro Lendias d’ Encantar prepara-se para mais uma grande criação teatral. Desta vez, a obra seleccionada foi “As Criadas” de Jean Genet, um dos mais controversos dramaturgos modernos.
SINOPSE
Duas criadas, uma senhora. Duas senhoras, uma criada. Uma senhora que é criada, uma criada que é senhora, ou serão duas? Uma senhora prestes a ser assassinada pelas criadas mascaradas de senhora. Um inocente preso, para que o assassinato decorra sem sobressaltos. Duas criadas oprimidas, pobres, invejosas. Querem os vestidos, querem a riqueza, querem o leiteiro. O plano está traçado há muito. A coragem é pouca. A vontade é alimentada pelo desespero que é muito. Duas aspirantes a senhora. Uma senhora que não sabe… não saberá? Tudo é segredo. Tudo é confuso. Tudo é para desvendar. Entre o “silencioso arroto do lava loiça” e a senhora e “a sua estola, as sua pérolas, as suas lágrimas, os seus suspiros, a sua doçura” há máscaras, mentiras, embustes, segredos e angústias.
FICHA TÉCNICO-ARTÍSTICA Texto: A partir de Jean Genet Encenação: António Revez Interpretação: Ana Ademar, Ricardo Brito e Tanya Ruivo Música: Paulo Ribeiro Desenho de Luz: Ivan Castro Produção: Companhia de Teatro Lendias d’ Encantar Grafismo: Cocas Produções