26.5.09

TUDO MENOS O SILÊNCIO

SINOPSE

O Ciclo Um Actor-Um Músico tem sido um desafio que a Lendias d’Encantar se propôs.

A estreia decorreu em Janeiro passado com Cristal da Pele, a partir do livro homónimo de José Manuel Carreira Marques, direcção de António Revez, com a actriz Tanya Ruivo, o músico César Filipe (piano) e o desenhador de luz Ivan Castro.

O projecto é desenvolvido em várias fases: primeiro a escolha do autor/poeta. A partir desse momento, o actor tem liberdade total para destruir os poemas. Ou seja, partindo dos poemas, recolhe palavras e/ou versos a fim de construir uma nova história, mais narrativa. A única regra é a de não acrescentar ou alterar qualquer palavra do poeta. Trata-se apenas de manipular o texto de forma a criar um novo texto.

Quando o texto está concluído é transmitido ao músico e ao desenhador de luz. Entretanto, o encenador trabalha com o actor de forma a criar o universo próprio do texto.

Os três intérpretes apenas se encontram na véspera da estreia. É nesse ensaio único que têm de absorver o que foi criado pelo o outro. Pensá-lo, aproveitá-lo de forma a enriquecer a performance.

O grande desafio deste Ciclo é exactamente o poder de encaixe, de improviso de cada um dos intérpretes. Aproveitar o que o outro oferece à performance e completá-lo. Ali no momento.

Tudo Menos o Silêncio foi construído a partir de poemas esparsos de Eugénio de Andrade, com direcção de António Revez, música de Carlos Barretto (contrabaixo) e luz de Luís Beco. Inicialmente seria a actriz Ana Ademar a dizer o texto, mas devido a uma ruptura de ligamentos de última hora, as Lendias foram obrigadas a fazer uso da sua dinâmica e substituir a actriz pelo encenador e actor António Revez.

Carlos Barretto é um dos mais importantes músicos e compositores de Jazz em Portugal, já fez concertos na companhia de músicos da sua geração, como Mário Laginha, Carlos Martins e Mário Barreiros, nomes importantes do Jazz em Portugal.

FICHA TÉCNICA

a partir de poemas de Eugénio de Andrade

Direcção e Cenários: António Revez

Interpretação: António Revez e Carlos Barretto

Desenho e Operação de Luz: Luís Beco e Miguel Conceição

Sem comentários: