25.11.12

Estreia Quinta Feira, dia 29 de Novembro


Em cena nos dias 29 e 30 de Novembro, quinta e sexta, a terceira e última performance da 3ª Edição do Ciclo 1 Actor- 1 Músico.

SINOPSE


Quero-te no espaço mínimo de dois corpos”, um amor urgente, desesperado, um desejo de sexo, uma sede de prazer ao corpo do outro. Uma libertina sem pudor que deambula de corpo em corpo.
Nesta terceira performance do Ciclo 1 Actor – 1 Músico entramos no universo do amor carnal, do sexo pelo sexo, sem paixões. Uma mulher que vive na margem da paixão, que se alimenta do prazer puro, sem ameias, sem laços, sem…
Hoje vivemos um tempo de compromissos, onde o amor é discutido e usufruído nas repartições de finanças, nos cartórios das conveniências. A mulher que apresentamos é um animal sedento de carne, um corpo em busca do prazer imediato, como o desejo.   

FICHA ARTÍSTICA/TÉCNICA

A partir de poemas de António Santos Pina
Encenação e Colagem de Textos: António Revez
Performer: Ana Lúcia Magalhães
Músico: Manuel Nobre
Cenografia e Grafismo: Ana Rodrigues
Desenho e Operação de Luz e Som: Ivan Castro
Produção Lendias d’Encantar

Tal como sucedeu nas anteriores performances, também nesta teremos todo o espaço ocupado por artistas da cidade.
A todos foi entregue um mesmo poema e foi-lhes pedido que participassem fazendo uma leitura artística do mesmo, em áreas artísticas diversas.


Quero-te no espaço mínimo de dois corpos
Para que no segundo seguinte ao meu olhar
O meu corpo encontre o teu
Quero amar-te sem hora marcada,
Sem pré anuncio de desejo
Quero amar-te logo que os meus olhos encontrem os teus
Quero amarrotar-te na cama por entre os abraços apertados do amor
Quero rasgar-te a roupa
O meu corpo precisa do teu sem ameias
Quero ser a águia que voa ao encontro da presa
Quero ser o animal carnívoro que se sacia com o corpo do outro
O teu corpo…
Quero ofender as tuas hesitações, com o desespero de uma erecção
Entrar em ti contrariando as tuas decisões
Quero amar sem a prevenção da ausência
Quero amar-te mesmo que seja só isso.


  • Performances: Carla Castanheira, Mariana Soares e Paulo Ramalho
  • Músicos: Alexandre Catarino e João Rosa
  • Artistas Plásticos: Miguel Pires, Paulo Monteiro e Susa Monteiro
  • Leituras: Ana Albuquerque, Mário Abel e Vera Correia

Sem comentários: